Imagens

Últimas

Miguel Guedes

A Igreja confessa

O episcopado francês demonstrou "vergonha" e pediu "perdão" às mais de 300 000 vítimas de pedofilia, menores abusados em instituições da Igreja Católica francesa entre 1950 e 2020. Cerca de 216 mil crianças e menores, 80% dos quais masculinos, foram abusados ou agredidos sexualmente às mãos de clérigos católicos ou religiosos. As conclusões do relatório da comissão independente referem-se "apenas" aos últimos 70 anos e deixam no ar o que terá sucedido na primeira metade do século XX e, à medida que recuamos no tempo, a realidade pérfida de tempos idos da escola católica de virtudes.