Imagens

Últimas

Ministro do Ambiente

Não há "um tostão" público para desmantelamento da Petrogal

O Ministro do Ambiente afirmou esta quinta-feira que não haverá "um tostão de fundos públicos" para pagar os despedimentos na refinaria de Matosinhos, nem para o desmantelamento do complexo industrial. Matos Fernandes admitiu que o fundo para a transição justa servirá, entre outras coisas, para a "reconversão de trabalhadores" da petrolífera e reiterou ainda que é vontade do Governo a existência de uma refinaria de lítio no país.