Exclusivo

No primeiro grande teste, cerca de cinco mil recusaram vacina

No primeiro grande teste, cerca de cinco mil recusaram vacina

Criada plataforma para diretores reportarem, entre segunda e quarta-feira, quem não foi inoculado nas escolas.

É o primeiro exame à vacinação em massa: 90 a 100 mil por dia. A task force prevê vacinar este fim de semana entre 180 a 190 mil professores, funcionários, técnicos especializados e profissionais que asseguram as "respostas sociais". Mais de 175 mil mensagens (SMS) foram enviadas até anteontem, 86% (mais de 150 mil) responderam que sim e 2,87% (cerca de 5000) recusaram a convocatória. As marcações são ao minuto e haverá centros que irão vacinar durante mais de 12 horas seguidas, até depois das 20 horas. "Sei de professores convocados para sábado à noite", garantiu o presidente da associação nacional de diretores (ANDAEP), Filinto Lima.

Depois da vacinação dos profissionais do Pré-Escolar e 1.º Ciclo, este fim de semana será a vez de docentes, funcionários e técnicos do 2.º, 3.º ciclos e Secundário, de escolas públicas e privadas. Além de 32 mil profissionais que asseguram as "respostas sociais" como creches, ATL, equipas de apoio domiciliário, centros de atividades ocupacionais ou ainda os serviços críticos do Instituto da Segurança Social, Comissões de Proteção de Crianças e Jovens e Autoridade para as Condições do Trabalho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG