Imagens

Últimas

Valter Hugo Mãe

Rio náufrago

Não deixou de haver Direita democrática, ela foi simplesmente ocupada pelos partidos da Esquerda moderada. A despudorada euforia fascista atirou os partidos à Direita ao extremo, recrudescendo os discursos de ódio, a avidez por defender elites e manter a larga maioria servil, prestável e submissa. Por seu lado, a tragédia da Esquerda no Mundo passa exatamente pelo seu flirt obsceno com o capitalismo elementar, uma espécie de vontade de ter tudo ao mesmo tempo: a defesa dos valores humanos e a progressão para o luxo de apenas alguns.

Valter Hugo Mãe

Timor-Leste

Depois do massacre no cemitério de Santa Cruz, tornou-se insuportável a hipocrisia dos estados em relação a Timor-Leste. A descolonização portuguesa, tardia, foi negligente culminando uma ainda mais negligente ocupação de séculos. O país soube nada acerca de criar paridade, não ultrapassou um racismo elementar, auferiu dos lugares, das pessoas, dos seus corpos, sem convicção alguma de caminhar para a igualdade, para a tão retórica e prometida integração. A colonização foi uma aberração histórica que trouxemos até demasiado recente. Quando vimos em direto as imagens grotescas de Timor-Leste, assistimos à falência moral da nossa propalada história de feitos tão bravos quanto cruéis.

Valter Hugo Mãe

Míriam Leitão e Sérgio Abranches

Para o presidente do Brasil, a diferença entre verdade e mentira existe apenas na sua vontade. A facilidade com que declara o absurdo é total, fazendo da política uma atividade de casino, uma aposta na sorte de haver quem acredite em qualquer coisa. Bolsonaro desafia o cargo que ocupa porque rasurou completamente o código deontológico a que está vinculado. Não se apresenta como presidente de todos os brasileiros (intimidando e investindo sobre aqueles que se lhe opõem política e ideologicamente) e não se vinculou à verdade, elementar missão que lhe cumpre.

Valter Hugo Mãe

Pessoas de boa índole

Perguntei a uma ativista que papel seria o de um homem solidário com a causa das mulheres no advento do feminismo. Respondeu-me que seria o de ouvir. Perguntei como ficariam os homens que pensam o papel das mulheres, os seus direitos e a sua dignidade, os seus sentimentos e a justiça. Respondeu-me que os homens procuram usurpar o feminismo. Querem inscrever-se no movimento porque, mais uma vez, tentam chamar a si o curso da história, para decidir o que deve ser decidido expressamente pelas mulheres.