educação

Igualdade

Manual que omite escravatura leva SOS Racismo a apresentar queixa

A associação SOS Racismo considera "inadmissível" que um livro de apoio ao estudo dirigido a crianças procure passar uma visão errónea de um pedaço da história. "Como é que se pode dizer que foi estabelecida uma relação amigável e pacífica se houve escravatura?", pergunta Nuno Silva, da SOS Racismo. O organismo vai apresentar queixa formal.

Imagens

Últimas