Tragédia

Família de Lisboa confirmada entre as vítimas de Pedrógão Grande

Família de Lisboa confirmada entre as vítimas de Pedrógão Grande

A família de Lisboa, que estava desaparecida desde sábado, na zona do incêndio em Pedrógão Grande, está entre as 64 vítimas mortais contabilizadas. O casal e os dois filhos, de seis e quatro anos, morreram no interior do carro, quando fugiam ao fogo.

Desde sábado, que Miguel Costa e Mafalda Lacerda não davam notícias. Estavam de férias na zona de Várzea, acompanhados pelos filhos António, de seis anos, e Joaquim, de quatro anos, confirmou fonte próxima da família ao JN.

As quatro pessoas estavam na companhia de mais quatro familiares, que foram encontrados no interior de dois diferentes carros. Entre as vítimas está o pai e a madrasta de Miguel.

O corpo de Miguel já foi identificado pelas autoridades e familiares deste casal já se deslocaram para o local da tragédia.

O JN sabe que a família natural de Lisboa se tinha deslocado para aquela zona de férias, na casa do pai de Miguel. Tudo indica que a família tenha deixado a casa onde estava para fugir do incêndio, que se abateu sobre a zona no sábado.

"Temos conhecimento de a casa está completamente intacta e que não foi atingida pelo fogo de que eles fugiram. A mesa de jantar estava posta", disse fonte próxima.

Nas redes socais, logo após o desaparecimento da família, foi organizada uma campanha na tentativa de se encontrar informações sobre o casal e as duas crianças.