Imagens

Últimas

Manuel Molinos

Salvar o gás e o inverno dos ricos

Não passaram muitos anos desde que o ex-ministro Matos Fernandes defendeu que uma família de quatro pessoas podia viver com uma potência de energia contratada de 3,45 kVA, e, desse modo, dar um bom exemplo de eficiência energética. A sugestão, discutida em sede de Orçamento do Estado, gerou polémica. Por exemplo, com os 3,45 kVA não é possível usar simultaneamente dois discos de uma placa de indução ou pôr a funcionar ao mesmo tempo uma máquina de lavar roupa e outra de louça. A Deco não teve dúvidas: "O Governo está a pedir aos portugueses que abdiquem de qualidade de vida e de conforto".

Manuel Molinos

Aeroporto despachado

Da noite para o dia, passamos de ter tudo para voltar a ter tudo na mesma. Vamos ter dois novos aeroportos. Sai despacho. António Costa diz que não sabia. Não gosta. Já não vamos ter dois novos aeroportos. Anula-se despacho. Pedro Nuno Santos sai, não sai. Ninguém percebe o que se passa. Os esclarecimentos também demoram. O primeiro-ministro não se explica aos portugueses porque está em Madrid (já não há paciência para estes protocolos anacrónicos). O ministro das Infraestruturas fala, mas não responde aos jornalistas porque levou um puxão de orelhas e foi publicamente desautorizado. Mas pede desculpa, invoca um percurso de sete anos e fica.