Imagens

Últimas

Opinião

Escutar quem escapou à morte

Quatro meses em coma. Alucinações e transtornos psicológicos. "Há quem diga que só apanha quem não for forte. Eu fui à tropa e apanhei", explica António Rodrigues, de 53 anos. "Uma enfermaria de cuidados intensivos é uma coisa muito agressiva e complicada. Os enfermeiros e os auxiliares trabalham tanto. As pessoas não têm ideia. E ganham tão pouco. É incrível. Eu dava um espirro - em sentido figurado - e tinha três pessoas à minha volta", descreve Rui Ribeiro.