Eleições

Miguel Pinto Luz é candidato à liderança do PSD

Miguel Pinto Luz é candidato à liderança do PSD

Já há um segundo candidato à liderança do PSD : Pinto Luz anunciou a sua candidatura nas redes sociais.

O vice-presidente da Câmara de Cascais anunciou, esta sexta-feira, através das redes sociais, que vai disputar a liderança do PSD. Depois de Luís Montenegro, Miguel Pinto Luz é o segundo candidato a avançar.

Na mensagem gravada em vídeo, Pinto Luz fala diretamente aos militantes social-democratas. Diz que as próximas eleições diretas são "uma oportunidade de reencontro com as verdadeiras aspirações dos portugueses" e que "através de um debate democrático possa renascer um PSD com a ambição de liderar um novo projeto de mudança para a sociedade portuguesa".

"Não é tempo para taticismos, não podemos esperar mais quatro anos. Eu, por mim, direi presente, direi que o futuro diz presente. O meu nome é Miguel Pinto Luz e sou o vosso candidato à liderança do PSD", afirma o social-democrata no vídeo também publicado na sua página da rede social Facebook .

"O Futuro diz Presente" é o slogan da candidatura, disponível no site pintoluz.pt.

Miguel Martinez de Castro Pinto Luz, 42 anos, nasceu em 8 de março de 1977 em Lisboa, e licenciou-se pelo Instituto Superior Técnico (IST) em Engenharia Eletrotécnica e Computadores em 2000.

Prossegue a carreira académica no IST onde completa o mestrado e exerce funções como docente, prosseguindo até 2005 como investigador de mestrado e doutoramento no Instituto de Sistemas e Computadores (INESC-ID Lisboa) e, em 2012, conclui um MBA na Universidade de Navarra.

Desde 2005, assume funções autárquicas em Cascais e funções de administrador em representação da Câmara em várias agências e empresas do universo municipal e intermunicipal, entre as quais a Fundação Paula Rego.

Atualmente, é vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais e tem sido o rosto das Conferências do Estoril e das Portugal Talks, com o objetivo de debater temas e planos de ação em torno da democracia.

No PSD, chegou a integrar a direção de Pedro Passos Coelho, como vogal, e em 2011 torna-se presidente da distrital de Lisboa, cargo para o qual é sucessivamente reeleito até anunciar a não recandidatura em 2017, tendo Pedro Pinto como sucessor.

Ainda chegou a ser empossado como secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações no breve XX Governo Constitucional liderado por Passos Coelho - que dura menos de um mês -, regressando depois à Câmara Municipal de Cascais.

Rui Rio mantém tabu

Na passada quarta-feira, a Comissão Política Nacional do PSD reuniu para analisar os resultados das Legislativas de 6 de outubro mas o presidente do partido ainda não revelou se vai ser candidato às próximas eleições diretas, cuja data será definida pelo Conselho Nacional.

Além de Miguel Pinto Luz, também Luís Montenegro assumiu publicamente, a 9 de outubro, que é candidato à liderança do PSD.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG