Imagens

Últimas

Inês Cardoso

Tudo menos cor-de-rosa

Depois de séculos a interiorizar que "entre marido e mulher não se mete a colher", demoramos a olhar abertamente para os crimes de violência conjugal, tema ainda mais desconfortável quando envolve personalidades públicas. Acontece que a violência doméstica é um crime público. E casos como o de Manuel Maria Carrilho e Bárbara Guimarães mostram que, não sendo nada glamoroso, o problema não escolhe classes, idade ou habilitação académica e deve ser discutido com seriedade.