Imagens

Últimas

nuno a. amaral

A segunda vaga

Depois de semanas a fio em que a existência de uma segunda vaga de covid-19, lá mais para o outono ou inverno, foi dada como quase certa, eis que a Organização Mundial de Saúde vem dizer que, afinal, poderá não ser bem assim. "Os modelos de previsão avançam muitas possibilidades, desde novos surtos pontuais a uma nova vaga importante, mas esta última possibilidade é cada vez mais de descartar", afirmou a espanhola Maria Neira, diretora do departamento de Saúde Pública da OMS, recomendando, ainda assim, "muita prudência e bom senso" numa fase "muito crítica" da pandemia.

arnaldo martins

A lei do mais forte

O futebol vai voltar, mas só a 1.ª Liga. A LigaPro, o outro escalão profissional, chegou ao fim e amanhã, em reunião na Liga, deverão ser oficializadas as subidas do Nacional e Farense e as descidas do Cova da Piedade e Casa Pia. A polémica está instalada. Sendo uma prova profissional, as equipas não teriam condições para voltar à competição, como vai acontecer no principal escalão? Esta é a questão, que promete fazer correr muita tinta e que poderá até arrastar-se nos tribunais.

salomé filipe

À terceira é que nos vamos esquecer de vez que isto é uma pandemia?

Os portugueses começaram a sair mais de casa no segundo estado de emergência, diz um relatório do Governo. Agora, preparamo-nos para terminar o terceiro. Daqui em diante, como será? Com mil e uma medidas a serem finalizadas, para continuar a travar a pandemia de Covid-19 e, ao mesmo tempo, levar o país para a frente, será difícil esquecermo-nos que a luta contra o novo coronavírus ainda não terminou. Aliás, de acordo com os especialistas, está longe de terminar. Mas as regras serão cumpridas por todos ou o cansaço do confinamento falará mais alto?

nuno a. amaral

Passos à frente e atrás

A semana que deverá terminar com o fim do estado de emergência em Portugal começou com um aviso do primeiro-ministro, relacionado com a iminente reabertura de alguns setores da sociedade e da economia. "Se as coisas correrem mal, teremos de dar um passo atrás", disse António Costa, admitindo que o risco de contágio vai aumentar à medida que a população começar a sair mais de casa, sendo preciso manter esse risco sob controlo, de forma a evitar a rutura do Serviço Nacional de Saúde.

arnaldo martins

A escola do futuro

Arrancou a telescola. Um mês depois das crianças terem sido obrigadas a ficar em casa, devido ao fecho das escolas, abre-se um novo ciclo e, indiscutivelmente, uma nova forma de lecionar. O desafio é enorme. Ninguém estava preparado e, num ápice, tudo mudou para alunos, professores e encarregados de educação. As videoconferências passam agora a fazer parte do dia-a-dia dos alunos, que terão o complemento das aulas através da RTP Memória. Não sendo, de longe, a solução ideal, é o desenrasque possível e nesse capítulo os portugueses já estão habituados a fazer das fraquezas forças. É a nossa sina.

salomé filipe

Nesta pandemia, velhos não são os trapos. Velhos são os nossos.

As mortes em lares de idosos, devido à Covid-19, continuam a registar-se. Todos os dias, praticamente sem exeção. A camada mais vulnerável da nossa sociedade é aquela que, como já se esperava, está também a ser a mais fustigada por este fantasma, um tal de novo coronavírus, que nos assombra a todos. Sem exceção, uma vez mais. É importante olharmos para os nossos velhos. Velhos não são os trapos. São nossos avós, pais, tios, amigos. É imperativo, mais do que nunca, protegê-los. E só os protegemos a eles protegendo-nos a nós.

arnaldo martins

Haverá sempre o antes e o depois da Covid-19

Acorda-se e por uns minutos parece que foi só um pesadelo. Quem já não teve a sensação? A verdade é que estamos a viver um filme da vida real e ninguém estava preparado para as consequências de uma pandemia em pleno século XXI. A partir de agora, haverá sempre o antes e o depois do novo coronavírus, o tal que, no início, não foi levado a sério por alguns dos líderes mundiais (?) como Trump, Boris Johson e Bolsonaro. Quando ouço o presidente dos EUA acusar um repórter de sensacionalismo por este ter perguntado o que teria para dizer aos cidadãos que estão assustados questiono-me como foi possível termos chegado até aqui.