Imagens

Últimas

arnaldo martins

Os perigos da Taça antes do clássico

Para fintar as agruras da pandemia ou as polémicas das campanhas e debates eleitorais temos sempre o futebol e uma semana preenchida pelo desporto-rei, mesmo sem público nas bancadas. F. C. Porto e Benfica jogam amanhã com Nacional e Estrela, respetivamente, três dias antes do grande clássico, que se joga no Dragão. Independentemente do que acontecer nesse jogo, o Sporting continuará a ser o líder, o que tem sido algo muito raro de se ver nos últimos anos. Conceição e Jesus terão, obrigatoriamente, de fazer uma gestão com pinças, tendo em conta o F. C. Porto-Benfica da próxima sexta-feira, mas a margem é curta, pois na Taça não há uma segunda oportunidade e as surpresas estão sempre ao virar da esquina.

Nem Mourinho pode com a pandemia

Noutra altura qualquer, televisões, redes sociais e conversas de circunstância, mais ou menos profundas, estavam viradas para Inglaterra, concretamente para a Premier League, onde renasce um dos maiores de sempre do futebol português. O ressurgimento de José Mourinho, no entanto, apenas surge como uma nota de rodapé, passada na diagonal, nos tempos que correm. O futebol - e não a religião, como Karl Marx defendia - até pode ser o ópio do povo. Mas só se não houver uma pandemia a azucrinar-nos e a massacrar-nos.

arnaldo martins

Croissant amargo para Portugal

Não foi um bom final de sábado à tarde, ainda por cima em período de confinamento e recolher obrigatório. A seleção nacional perdeu com a França, por 0-1, na Luz, e falha a fase final da Liga das Nações, ficando impedida de defender o título que conquistou na época passada, na primeira edição da prova, em Portugal. A equipa das quinas volta a falhar uma fase final, o que já não acontecia desde 1998, quando não se apurou para o Mundial de França. A partir daí, Portugal marcou presença em todas as grandes competições, o que demonstra a evolução dos últimos anos.